Cães

Boxer

O Boxer vai aproveitar ao máximo o quintal da sua casa. Essa raça precisa de muito espaço para brincar e se exercitar. Uma ótima companhia de diversão, ele é perfeito para famílias mais ativas. Na hora de seguir comandos, pode ser um pouco teimoso, mas acaba sendo mais obediente se for bem treinado. Embora goste de correr, aceita passeios com coleira.

– Além de brincalhão, o Boxer é muito companheiro, devoto aos donos.

– Clima quente pode deixá-lo irritado.

– Pode dormir em ambientes externos, mas prefere passar algum tempo dentro de casa.

 

Bulldog Francês

Esses cãezinhos são menores que seus primos de origem inglesa. A raça que vem da França pode chegar até 14kg e viver por 12 anos. São muito brincalhões e excelentes companheiros, ou seja, socializar é fundamental. Não toleram muito calor, nem demandam muito tempo com exercícios, mas caminhadas diárias são sempre bem-vindas. Eles até podem ser teimosos, mas são fáceis de treinar e apresentam uma personalidade calma.

– Roncar e grunhir são ações comuns dessa raça.

– Por ser orelhudo, esse cão ganhou o apelido de cão-morcego.- Devem ficar longe de piscinas e lados, pois não são bons nadadores.

 

Chihuahua

Curiosos e corajosos, os cães dessa raça são exploradores natos e se aproveitam de seu tamanho reduzido para se meter em pequenas brechas e descobrir locais que outros cães não seriam capazes. A raça é originária do México e tem peso médio de 900g. Costumam ser muito leais ao seu tutor e convivem bem com outros Pets, vale ressaltar que seu tamanho contribui para uma boa vida em ambientes pequenos, como apartamentos, porém eles precisam de passeios frequentes.

– Eles estão entre os cachorrinhos preferidos das socialites, pois eles são fáceis de carregar na bolsa para qualquer lugar.- Essa raça pode viver até 18 anos, ou seja, será seu companheiro por muito tempo.

– Não se dão bem com baixas temperaturas.

 

Dachshund

A raça é originária da Alemanha, podem viver até 15 anos e pesar até 9kg. Esses cães são muito inteligentes e têm excelente faro, o que contribui diretamente para sua fama de ótimos cães de caça. Não é recomendável deixá-los por longos períodos sozinhos em casa, pois eles adoram companhia. Eles não costumam ser agressivos, o que facilita o convívio com outros Pets e pessoas estranhas. Passeios diários e curtos são suficientes para sua necessidade de atividade.

– O apelido mais conhecido dos cães dessa raça é salsicha.

– Podem ser encontrados com diferentes tipos de pelagem e cores.

– Têm pulmões grandes para seu tamanho e latem alto.

 

Husky

Eles querem distância do calor! Originado na Rússia, o Husky Siberiano é muito tolerante a baixas temperaturas, sociável e costuma se dar muito bem com desconhecidos. Também é aventureiro, obstinado e capaz de correr longas distâncias sem se cansar. Muito popular na Região Ártica, essa raça surgiu como cão de trenó para povos nômades.

– Além de inteligente, o Husky é muito teimoso, o que torna seu treinamento um desafio.

– Adora caçar gatos e convive bem com cães de outras raças.

– Durante o período de troca, seu pelo deve ser escovado todos os dias.

 

Labrador

Nossa, como eles amam brincar! Essa raça tem origem no Canadá e está conquistando o coração de muitas famílias. Os labradores são dóceis, extremamente obedientes, muito amigáveis com desconhecidos e verdadeiros companheiros para seus donos. Conhecidos por serem cães de caça, eles também adoram buscar coisas e fazer explorações. Isso significa que eles vão transformar o lindo jardim da sua casa em desafio. É melhor não ter flores por perto.

– Se tornou muito querido e popular após o filme Marley & Eu.

– Cruzamentos errados podem gerar transtornos comportamentais.

– Precisam de muita atenção para não ficarem ansiosos.

 

Lulu da Pomerânia

Esses cães são destemidos e muito inteligentes, além de extremamente ligados aos seus donos. A raça tem origem Polonesa e pode viver até 16 anos, chegando a 4kg no máximo. Apesar de muito ativos, não necessitam de grandes períodos de atividade ou longas caminhadas. São bons cães de guarda e não necessitam de muita atenção humana. Aprendem truques com facilidade e não costumam ser agressivos, mas costumam ser briguentos com outros cães.

– Mesmo pequenos são descendentes de Husky Siberiano.

– São sensíveis ao calor e adoram brinquedos.

– Gostam de ser o centro das atenções.

 

Maltês

Raça originária do Egito, esses cães têm corpo pequeno e alongado chegando a um peso máximo de 4kg. Geralmente apresentam temperamento dócil e gentil, o que facilita a aproximação com estranhos. São cães com muita energia e podem viver até 18 anos, se tornando ótimos companheiros por longos períodos. Apesar da pelagem esbelta, apresentam pouca queda de pelos. Passeios ao ar livre são bem-vindos, porém eles não toleram temperaturas extremas, nem muito calor nem muito frio.

– Costumam ser ótimos cães de guarda e latem para avisar a chegada de estranhos.

– Podem ser difíceis de treinar.

– Eles requerem bastante atenção humana.

 

Pastor Alemão

Eles são astros do cinema e dos seriados, protagonistas de grandes histórias! Como não lembrar das aventuras do famoso Rin-tin-tin? A raça está entre as três mais inteligentes do mundo e são excelentes cães de guarda. Sempre vigilante, o Pastor Alemão cuida de seus donos, protege o lar com devoção e tem perfil de defensor. Mas é calminho e carinhoso. Não terá problemas com visitas se for acostumado desde filhote.

– Adora aprender truques novos e faz isso com bastante habilidade.

– Precisa de desafios todos os dias para estimular a mente.

 

Rottweiler

Essa raça é a queridinha dos bebês. É muito frequente encontrarmos vídeos e fotos de crianças fofas agarradinhas ao seu cão. Isso porque o Rottweiller é apegado e muito dócil. Alguns são até bobinhos! Mas é importante que eles cresçam cercados por muito amor, pois sua natureza é forte e poderosa, um grande cão de guarda. Se for criada em ambiente hostil, essa raça pode apresentar um comportamento agressivo.

– É importante dedicação no adestramento para que se tornem mais obedientes.

– Passeios e exercícios diários são essenciais para que tenham saúde.