A socialização de cães é um tema importante, necessário para que se tornem animais equilibrados e para que possam conviver bem com pessoas e outros animais. Entenda sobre a socialização de cachorros e saiba como ajudar o seu a viver bem na sociedade e com as pessoas da sua família.

 

Cão sociável X Cão socializado

O cão sociável gosta de estar na presença de outras pessoas e animais. No entanto, esse cachorro não necessariamente sabe como agir quando está em uma situação social. Ele pode pular nas pessoas e até mesmo invadir o espaço de outros animais e puxar a guia.

 

Por outro lado, um animal socializado já sabe como agir e interagir com os outros e, também, sabe andar calmamente em um local de alto fluxo de pessoas. Mas não significa que se sente confortável perto de outras pessoas e animais.

 

O ideal é que todo cachorro seja sociável e também socializado. Isso é conquistado com o processo de socialização e por meio do adestramento.

 

O que é a socialização

A socialização é o ato de apresentar o cão a pessoas e animais de todas as maneiras e em diversas situações. Dessa forma o pet aprende a conviver e a gostar dessas interações, já que muitas vezes as reações consideradas agressivas aparecem por conta do medo do desconhecido.

 

Este processo ajuda os cães a se tornarem mais equilibrados e calmos na presença de pessoas estranhas em casa ou mesmo ao avistar outros cães no passeio.

 

São pontos positivos para lidar melhor com seu amigo no dia a dia. Além de facilitar situações como a chegada de um bebê na família, visto que o cachorro já conhece crianças e bebês e saberá lidar melhor com a novidade.

 

Como fazer

O ideal é socializar os cães quando ainda filhotes, desde a sua chegada na casa, apresentando diferentes pessoas para que ele se acostume e se sinta confortável. Também é válido levá-lo para passear – mesmo que seja apenas na rua de casa ou que seja levado no colo -, para que possa ver outros animais e pessoas.

 

Porém, a socialização não é apenas para os filhotes: cães adultos também devem ser socializados! No entanto, eles demandam um esforço maior por serem habituados com comportamentos antigos. Nesse caso é indicado estar ciente das experiências anteriores para lidar corretamente com cada caso especificamente.

 

Para que a socialização seja feita com tranquilidade e segurança, você pode optar por locais específicos para cães, como parques e praças, onde o pet conhecerá animais acostumados a interagir uns com os outros. Vale lembrar que toda interação deve ser supervisionada!

 

Se o seu amigo ficar desconfortável na presença de outros animais e pessoas, existem algumas formas para familiarizá-lo com a situação, de forma sútil. Uma dica é levá-lo para observar o parque de longe, começando com uma distância em que o cão se sinta confortável. 

 

Além disso, sempre que ele avistar outro pet ou pessoa e se manter calmo, dê uma recompensa. Dessa forma, ele passará a associar aquela experiência a estímulos positivos. Com o tempo você pode diminuir essa distância, pouco a pouco, sempre observando os sinais que o cão demonstra.

 

Mas sempre vale lembrar que você deve respeitar o tempo e a personalidade do seu cachorro, para que ele possa ter uma vida tranquila e feliz.