Quantos anos têm o seu animal de estimação? Ter um peludo abanando o rabo quando você chega em casa deixa a vida mais feliz. Porém, para que tudo permaneça bem, é preciso garantir que o pet seja saudável. 

Um dos principais cuidados que todo tutor deve ter, é ficar atento às datas de aplicação das vacinas para cachorro. Elas ajudam a protegê-lo e impedem que doenças se instalem no corpo do animal. É importante compreender que há várias vacinas disponíveis atualmente. 

Além das principais, que são aplicadas durante as campanhas de prefeituras, existem outras muito importantes para o seu peludo.

Por que devo vacinar meu animal? 

A vacina não é um medicamento, mas uma forma de prevenir doenças, fazendo com que o pet crie anticorpos e fique protegido por um período determinado. Assim, caso o bichinho entre em contato com o agente causador, o organismo estará preparado para combatê-lo. 

Filhotes devem receber vacina? 

Você sabia que a primeira vacina deve ser administrada quando o filhote tem apenas 45 dias de vida? Ainda bem pequeno, é importantíssimo que o animalzinho receba esse cuidado. 

Nessa idade, o médico veterinário deve aplicar as vacinas múltiplas ou polivalentes, V8 e V10, que são fundamentais e correspondem à primeira vacina do cachorro. Ambas agem protegendo o bichinho contra as seguintes doenças:

  • Cinomose: infecção viral que afeta o sistema nervoso central;
  • Parvovirose: causa diarreia severa que pode levar à desidratação;
  • Coronavirose: também causa diarreia e desidratação;
  • Hepatite infecciosa canina: ataca o fígado do cachorro;
  • Adenovirose: ocasiona gripes que podem evoluir para quadros de pneumonia;
  • Parainfluenza: a do tipo II também é responsável por causar problemas respiratórios, como pneumonia;
  • Leptospirose: seus sintomas incluem vômitos, diarreia, hemorragias, dificuldades respiratórias, entre outros quadros graves.

Depois da primeira dose, o médico veterinário determinará as datas nas quais novas doses deverão ser administradas. No geral, o calendário inicial é o seguinte:

  • 45 dias de vida;
  • 60 dias de vidas;
  • 90 dias de vida;
  • 120 dias de vida, em alguns casos. 

Existem outras doenças, como a leishmaniose, que a vacina pode ser prescrita pelo profissional. Fique atento às recomendações! 

Vacina antirrábica é importante?

Além das descritas acima, você não pode esquecer da vacina antirrábica, que protege o pet da raiva. A doença é uma zoonose, ou seja, pode ser transmitida para humanos e não tem cura. 

A data de aplicação da primeira vacina antirrábica será definida pelo médico veterinário. No geral, a primeira dose é indicada quando o bichinho tem entre quatro e seis meses de vida. 

Animais adultos também precisam ser vacinados?

É muito importante administrar as vacinas anualmente nos cães. Quando vacinados corretamente filhotes, o calendário segue de acordo com as datas anteriores. Trata-se de uma dose, chamada reforço, e deve ser administrada por toda a vida do peludo. Fique atento às recomendações do médico veterinário para não atrasá-las. As doses das vacinas V10 e antirrábica são obrigatórias. 

Não esqueça que o médico veterinário pode solicitar a vacinação para outras doenças, como giárdia ou tosse canina. 

Além de cuidar da saúde do seu pet, é importante cuidar bem do seu peludo durante o verão. Veja dicas de como aliviar o calor do seu bichinho!