Você seria capaz de mutilar seu Pet por motivos estéticos? Quando se trata de caudectomia (corte da cauda) e conchectomia (corte das orelhas), essa pergunta deve ser feita exatamente dessa maneira, sem rodeios ou tentativa de minimizar a gravidade dos procedimentos. O assunto é sério e ainda estimula o debate entre tutores e alguns especialistas. Entre estes, há quem acredite que o corte nas orelhas pode evitar infecções de ouvido, enquanto o corte da cauda, especialmente quando muito longa, existe para evitar acidentes.

No entanto, todo profissional bem informado e ético concorda que esses argumentos foram derrubados há muitos anos. Tanto a caudectomia quanto a conchectomia não oferecem qualquer tipo de benefício à saúde do Pet e ainda causam diversos prejuízos a saúde do cão. Além de sofrerem dores intensas durante o procedimento, que é feito sem anestesia, os Pets passarão por um longo e doloroso processo de recuperação. E não para por aí.

 

A importância da cauda

Em cães, a cauda possui diversas finalidades e funciona como um prolongamento da coluna vertebral, constituída de terminações nervosas que atingem todo o organismo do animal. Além disso, o rabo é responsável pelo equilíbrio do cão. Alguns profissionais também acreditam que este seja seu principal meio de comunicação com outros cães.

 

A importância das orelhas compridas

Diferente dos antigos argumentos que defendem a conchectomia, as orelhas grandes não podem causar infecções. Pelo contrário, elas protegem os ouvidos de insetos e entradas de água. O procedimento, que se tornou muito comum em pitbull e dobermann, não pode ser realizado. Os prejuízos da mutilação são inúmeros.

 

É crime!

Desde 2008, o Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV-MS) alerta que profissionais que fazem a cirurgia e até mesmo os donos dos animais podem ser punidos. A prática é considerada crime ambiental, caracterizada como mutilação de animais domésticos e encarada como crime pela lei, que prevê aos proprietários pena de detenção de três meses a um ano, além de multa.

 

Outros tipos de mutilação

Também são consideradas práticas criminosas os procedimentos de cordectomia (retirada das cordas vocais) e onicectomia (retirada das garras). O primeiro é realizado em cães para evitar o “incômodo produzido pelo latido”. O segundo é realizado em felinos para que os mesmos não possam arranhar e “estragar” a mobília da casa de seus tutores.

 

Pets precisam de cuidado

O Pet Booking está sempre reforçando a importância de cuidar de nossos Pets. Cães e gatos estão ao nosso lado para oferecer amor, alegria e companheirismo. Quando decidimos cuidar de um Pet, nossa missão é retribuir este afeto com muita proteção e preocupação com o seu bem estar. Nenhum tipo de violência pode ser tolerado. Procedimentos cirúrgicos não devem ser realizados para atender os interesses do tutor. A felicidade de nossos cães e gatos está nas mãos de cada um de nós.