Só quem tem pet sabe: o vínculo de amor com eles é mais do que especial! Nos últimos anos, a convivência de longa data entre humanos e animais tornou-se ainda mais estreita. E é cientificamente comprovado que eles sentem afeto por sua família humana! Entenda como é construída essa relação de amor entre os pets e seus tutores. 

 

Animais e a noção de família

Você sabia que cães, gatos, aves e outras espécies – inclusive as não domesticadas – possuem noção de família?  É claro que cada espécie age de uma forma diferente, mas no geral eles também têm essa habilidade. 

 

Os lobos são um exemplo. Ao contrário do que se acreditou por muitos anos, eles não vivem em matilhas baseadas em liderança por dominância. Na verdade, cada matilha é liderada por um pai e uma mãe, e formada por seus filhos. Assim, eles vivem em um regime de cooperação.

 

Há também outros animais que vivem em famílias, como os elefantes, primatas, leões e diversas espécies de aves. Conheça algumas mais a fundo:

Cães

É inegável que os cães são amorosos e, a maioria deles, adora ficar junto do tutor. Segundo estudo do neurocientista Gregory Berns, os cachorros apresentam os níveis de ocitocina (mais conhecida como o hormônio do amor) elevados quando estão na presença dos seus tutores. Aliás, esse trabalho rendeu o livro How Dog Love Us.

 

Outras pesquisas também afirmam que, além dos cães, os humanos também apresentam alta no nível de ocitocina ao interagir com seus pets.  Dessa forma, podemos concluir que a interação entre pessoas e cachorros é benéfica para os dois lados.

 

Além disso, esses peludos enxergam toda a família como a matilha deles. Ou seja, veem não apenas o tutor, mas todas as pessoas e animais da casa como sua família.

Gatos

A Universidade Estadual de Oregon, nos Estados Unidos, comprovou o que os tutores de gatos já sabiam: esses felinos são apegados a eles e se sentem seguros na presença da família humana.

 

E isso contraria o senso comum de que esses bichinhos são interesseiros e traiçoeiros. A pesquisa comprovou que, ao desenvolver afeto por um humano, o felino apresenta dependência da presença dele para baixar os níveis de estresse. 

 

Ainda de acordo com o estudo, os gatos gostam da companhia do tutor tanto quanto cães. A única diferença é o jeito de expressar esse carinho.

Aves 

A relação de amor entre pets e seus tutores também inclui as aves! Para você entender melhor, elas não gostam de ficar sozinhas, pois precisam de uma ligação afetiva. Dessa maneira, preferem viver em bando ou em casais. Se você tem ou pensa em ter uma ave, é muito importante estar disposto a dar bastante atenção e carinho para criar essa ligação afetiva e de confiança do pet com você.

Outros animais

Pets menos comuns, como roedores, e até mesmo os considerados exóticos, como répteis, também demonstram carinho ao tutor. Mesmo não existindo muitas informações ou estudos comportamentais sobre esses animais, sabemos que eles podem coexistir com humanos. Mais do que isso, chegam até a procurar a presença do tutor.

 

É bom lembrar que para criar uma ligação afetiva com qualquer espécie, é preciso transmitir confiança e aprender a entender os sinais do animal.

 

Agora, queremos saber: seu pet é carinhoso? Conta para gente qual a espécie do seu animal de estimação e como é a relação de vocês.